Por que as lunações são importantes?
30 de janeiro de 2017
20 – Ansiedade
6 de março de 2017

O signo de Leão é regido pelo Sol. Está ligado a nossa identidade, a quem realmente somos na essência, independente das amarras sociais que vivemos. Quem você realmente é independente da sua família, dos seus amigos, do seu parceiro, da sua profissão. É claro que tudo isso influencia em como você se mostra para o mundo, mas e a sua verdadeira vontade? Aquela que muitas vezes não contamos para ninguém porque é mais fácil vestir uma máscara para conviver em sociedade do que termos coragem de sermos nos mesmos.

Todos temos esse signo em algum lugar no mapa natal. Leão é coragem. É realeza e lealdade. Generoso, sabe se colocar no mundo e assumir seu papel de destaque sem precisar passar por cima de ninguém. Ser Leão é assumir sua vontade perante o mundo. Aceitar-se.

Segundo OSHO:

“A palavra CORAGEM é muito interessante. Ela vem da raiz latina COR, que CORAÇÃO. Portanto ser corajoso significa viver com o coração. E os fracos, somente os fracos, vivem com a cabeça; receosos, eles criam em torno deles uma segurança baseada na lógica. Com medo, fecham todas as janelas e portas – com teologia, conceitos, palavras, teorias – e do lado de dentro dessas portas e janelas, eles se escondem.” 

Estudei muito Semiótica na época da faculdade e a Astrologia está muito ligada a essa área, que estuda os símbolos, seus significados e influências na comunicação. Em comunicação não-verbal você assume a posição de Leão quando abre o peito e projeta o tórax. Sugere autoestima e liderança.

Por isso o coração está em tudo e tenho ele tatuado no pulso. Não porque sou romântica, mas para eu lembrar que tenho 6 pontos no mapa em Leão. Eu vim aprender a ser eu mesma. Ser leonina é viver com coragem de ser quem eu sou, viver a minha verdade, e de amar acima de tudo.

E nessa vida, ou vai ou racha…

Por isso o icone do coração 😉

 

Nemi

 

-Imagem by Freepik